sábado, 18 de junho de 2016

Face a um desafio

"Si le hubiera cortado las alas habría sido mío, no habría escapado.
Pero así, habría dejado de ser pájaro y yo, yo lo que amaba, era el pájaro."

Joxean Artze.




Pedi-te sempre que não olhasses para trás.
Tu sabias que te queria demais,
na totalidade, por dentro e por fora,
só para mim e sem deixar nem um pouco para ti.
Tu existias para que eu existisse
queria-te sempre a voar ao meu redor,
era eu o teu único destino...

Foi apenas isto que te obriguei a interiorizar
por isso , num equívoco, deixei-te esvoaçar
e tu não voltaste, seguiste e cumpriste,
nem olhaste para trás...
Aí, entendi como era falso...
Descobri, já só, que afinal eras tu o meu destino,
que te amava por ti e apenas por ti.
Descobri que as minhas mãos apenas têm dedos e não tenazes e
os meus braços apenas abraçam não agrilhoam;
o muito querer nem só tudo aceita, nem só tudo exige,
o amar é dar e aprender.

Agora...
só,
olhando cada dia que nasce,
repondo lá longe a linha do horizonte,
sejas tu o Sol ou apenas o meu Sol,
espero ansiosamente que inicies o teu voo de regresso....


Miguel Gomes Coelho
2016
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...