sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Afinal, continua vivo e bem vivo...

A última sondagem, que apresentamos no link abaixo, vem confirmar o que há muito se havia compreendido.
Apesar do festival de calúnias, ataques e outras malfeitorias, o actual Primeiro Ministro não é homem que se deixe abater e, muito antes pelo contrário, tem uma força anímica invejável que a maioria dos portugueses aprecia.
Ao contrário de outros, é um homem que não foje e dá a cara; está sempre presente nos bons e nos maus momentos; não enjeita o combate seja ele no confronto das políticas do seu governo seja na sua  defesa enquanto cidadão.
Tem coragem que sobra, quer física quer psicológica, face ao desbragamento dos ataques insidiosos que lhe têm sido movidos e os portugueses gostam disso; não desejam o retorno a "gelatinas" nem "prima.donas" que se acobardam .
E isso está à vista.
Apesar de todas as medidas impopulares, dos apertos, das campanhas de ataque ao seu carácter enquanto homem e político, o actual Primeiro Ministro, mantem um imenso capital de esperança por parte do eleitorado, conhecedor das suas virtudes e defeitos mas, e fundamentalmente, apreciador dos seus méritos.
Já davam o homem como morto - vejam as considerações de Marcello R. Sousa e de muitos apaniguados do PSD e CDS - mas o homem é difícil de matar. Pelos vistos, outras figuras existem que, pela sua inconsistência política, são mais facilmente desmontáveis e aparecem agora aos olhos do eleitorado como produtos de uma publicidade bem equacionada mas, porque sem os fundamentos necessários, em pequeno espaço de tempo se desgastam e perdem o seu pequeno capital acumulado, malgrado todo o investimento que foi feito na sua promoção.
Mas nada disto é novidade. Na hora de decidir, os povos sabem bem a quem entregar a responsabilidade de os representar.
Esperemos os próximos capítulos para se observar se esta evolução se confirma.

Acesa a:
http://aeiou.expresso.pt/ps-volta-a-aproximar-se-do-psd=f597854

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...