terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Oh, Pai !

Para quem me conhece sabe que o dia de hoje é de comemoracao.
É uma data que vejo repetir-se de bom grado e sem exitacoes nem tristeza.
Estar cá e ir envelhecendo, sabendo-me sempre disponível para todos que o merecem,sao razoes suficientes para poder afirmar que vou disfrutando de alguma felicidade.
O saber que tenho comigo a companheira de sempre e as minhas muito queridas tres árvores que, aliás, tem florescido e dado novos frutos, além de um "clan" irrepreensível , é o que cimenta este meu desejo de sempre continuar, aprender e procurar novos desafios.
Talvez por essa razao, também, e agora justifico o título deste texto, sinto a felicidade de alguém a quem pela primeira vez lhe disseram : "Oh, Pai !"
Eu sei que foi uma lindíssima prenda de Natal para quem a ouviu mas, creiam que, partilhando a felicidade, é igualmente para mim uma adorável prenda de anos, que nao esquecerei.
É nestas pequenas coisas, neste sentir os outros, que tenho bem a consciencia de ter gasto a quase totalidade dos meus anos passados. E nao vou mudar porque a felicidade, mesmo que nao minha, me faz feliz.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...