segunda-feira, 18 de maio de 2009

Comunidade muçulmana rejeita distribuição de preservativos nas escolas

Notícia de hoje na TSF online:

"A comunidade muçulmana não aceita a distribuição de preservativos nas escolas, contestando o teor do projecto-lei sobre a educação sexual nas escolas. O presidente da comunidade israelita em Portugal concorda. As Testemunhas de Jeová declaram-se indiferentes."

Pelos vistos, isto pega-se. Já não nos bastava a Igreja Católica ?
Independentemente da bondade, ou não, do projecto-lei, os religiosos continuam a querer pautar a vida civil com as suas concepções. E é tão simples...
Quem não quiser receber preservativos na escola, não pede.
Ou será que as cúpulas das comunidades religiosas deste país têm o mais grave dos problemas: Falta de confiança nos seus fieis e, no presente caso, mais grave ainda, na sua juventude ?
Em última análise é, também, um problema de liberdade e, claro, as religiões temem dolorosamente a liberdade individual.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...