Pular para o conteúdo principal

Berlusconi manda cobrir o seio da Verdade Nua

O "pobre " do homem , na realidade, deve sofrer de muitos traumas.
É pequenino, teve de fazer um implante de cabelo para disfarçar a calvice, faz, ao que se diz, operações de estética, etc., tudo o que uma pessoa que quer parecer bem aos outros fará (?).
Mas o temor de que algo atrapalhe a sua imagem levou-o a mandar esconder um seio de uma pintura que se encontrava pendurada na sua sala de conferências de imprensa.
É que ao que parece, dada a sua "elevada" estatura, e em face da posição do local dos microfones o excelso senhor, ficava com uma mama junto à sua figura, o que poderia levar os ouvintes a não estar devidamente concentrados nas palavras do governante.
Se o ridículo matasse, este homem já tinha o funeral feito. Até porque, só agora, deu em puritano.Durante os anos em que fez fortuna à custa da exploração visual do corpo feminino na televisão italiana, não teve tantos problemas.
Vejamos o que seria o Dr. Jaime Gama mandar colocar um " soutien" na estátua da República na sala de sessões da Assembleia, ou o Dr. António Costa, em reunião da Câmara fazer aprovar a colocação de tops de lycra nas estátuas mais ousadas da cidade de Lisboa .
Já para não falar na estátua do topo do Parque Eduardo VII. Se fosse o Berluscconi mandava-lhe por uns boxers.
Ai, Ai!
E é deste calibre um dirigente europeu. Membro do G8, etc.
Estamos mal, estamos muito mal...

Comentários

Rocket disse…
a itália do ciccio ingrazia... como é possível?...

abraço
T.Mike disse…
ROcket,
Também é a Itália dos tótós...perdão, do grande Tótó.
E se o Tótó era grande.
Deixou foi uns sucedâneos de má qualidade...

Postagens mais visitadas deste blog

Sonhar a terra livre e insubmissa

E volto aqui sempre que posso, enche-me o peito...
E cada vez mais do que nunca...

Retrato de Manuel Alegre

Alegre   Manuel   alegre até à morte
que lindo nome para um homem triste
que lindo nome para um homem forte.

Alegre   Manuel   despedaçado
pela espada da língua portuguesa:
a palavra saudade   a palavra tristeza
a palavra futuro   a palavra soldado
Alegre   Manuel   aberto cravo
aos ventos da certeza.

Alegre   Manuel   aqui mais ninguém fala
tão alto como tu   ninguém se cala
com essa dor serena e construída
não apenas de versos   mas de vida.

Alegre   Manuel   as línguas do teu canto
ateiam-nos fogo.
Neste lugar de lama e desencanto
tornas vermelho o povo.

José Carlos Ary dos Santos
fotos-grafias
Quadrante - 1970

Face a um desafio

"Si le hubiera cortado las alas habría sido mío, no habría escapado. Pero así, habría dejado de ser pájaro y yo, yo lo que amaba, era el pájaro."
Joxean Artze.



Pedi-te sempre que não olhasses para trás. Tu sabias que te queria demais, na totalidade, por dentro e por fora, só para mim e sem deixar nem um pouco para ti. Tu existias para que eu existisse queria-te sempre a voar ao meu redor, era eu o teu único destino...
Foi apenas isto que te obriguei a interiorizar por isso , num equívoco, deixei-te esvoaçar e tu não voltaste, seguiste e cumpriste, nem olhaste para trás...
Aí, entendi como era falso... Descobri, já só, que afinal eras tu o meu destino, que te amava por ti e apenas por ti. Descobri que as minhas mãos apenas têm dedos e não tenazese os meus braços apenas abraçam não agrilhoam;
o muito querer nem só tudo aceita, nem só tudo exige, o amar é dar e aprender.
Agora... só, olhando cada dia que nasce, repondo lá longe a linha do horizonte, sejas tu o Sol ou apenas o meu Sol, espero ansiosa…