sábado, 22 de novembro de 2008

Ex-chefe da polícia argentina suicida-se em directo

Uma situação destas só me merece desprezo.
Um homem que não tem coragem de encarar o seu destino, pelo seu passado, pelos seus actos e pelas suas responsabilidades, não merece alguma consideração.
Nada tem de heróico.Tudo tem de cobardia.
Hoje, ele vivia em Democracia. Não lhe fariam a ele aquilo que ele, cobarde, fez aos outros.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...