quarta-feira, 6 de outubro de 2010

«É inaceitável» que sacrifícios atinjam mais quem tem menos, diz Seguro

E é verdade !
Qualquer socialista que se preze, seja filiado no partido ou seja ideológicamente apenas socialista, o confirmará sem qualquer rebuço.
O que é mais interessante na publicitação desta notícia é que a mesma está a ser utilizada por alguns recém apoiantes de Pedro Passos Coelho para fazerem valer os créditos do lider do maior partido da oposição ao mesmo tempo que evidenciam fracturas(?) dentro do partido do Governo.
António José Seguro, militante socialista de longuíssima data, que tem uma voz própria dentro do partido, e que é ouvido com respeito também fora dele, não tem nada a ver com Pedro Passos Coelho e apaniguados. Só demonstra que tem pensamento próprio como muitos outros e ao que se saiba, pelo que se lê, não apresentou qualquer alternativa às medidas recentemente formuladas pelo Governo. Será que é por estar em global desacordo com elas ?
António José Seguro sempre apresentou uma imagem de homem sensato e comedido a quem o dobrar da cerviz não é atitude com que pactue. Se não estivesse globalmente de acordo com as medidas dizia-o com a mesma independência com que tem tomado outras atitudes, aliás,como muitíssimos outros militantes.
Democracia interna que existe naquele partido onde, apesar de os que seguem o Secretário Geral serem apelidados de carneiros, não vigorar a "Lei da rolha"...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...