segunda-feira, 18 de outubro de 2010

"Eu é que sou o Presidente da Junta"

Mas o título deste poste também podia ser " A viagem à volta do meu umbigo".
Não há dúvida!
Existem pessoazinhas que, por não terem tamanho suficiente, necessitam de se promover em certos cargozitos. É o caso do juiz António Martins.
Sócrates comprou um guerra com os juizes na legislatura anterior. E o Presidente desse aborto  que é o Sindicato dos Juizes jurou nunca mais lhe dar descanso, independentemente do tema em discussão; fosse o que fosse que se tratasse, desde que fosse de origem "socrática", pumba!! Porrada nele.
É o exemplo da frase  que encima a entrevista que o tal Presidente de Sindicato deu à Lusa e vem transcrito no DN, acerca dos cortes salariais dos juizes:

"Juízes pagam "factura de terem incomodado boys do PS"

O dito senhor crê-se na realidade um deveras importante dirigente laboral, só se esquecendo de dizer que o é de uma das classes mais bem pagas do Estado e com das melhores reformas atribuídas.
E não quer contribuir para o esforço nacional na sua directa medida; por isso acusa o governo de perseguição à classe por motivos mesquinhos, não porque os juizes são cidadãos iguais aos outros mas porque devem ser mais iguais que os outros e com isso ser diferentes.
Aceda a:

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1689061

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...