Pular para o conteúdo principal

Grande manifestação contra o casamento homossexual

Deve ter sido deveras empolgante !
A organização fala em mais de cinco mil pessoas o que, como é hábito, estará empolado. Mas está bem demos de barato-5.000 manifestantes.
Para uma organização de âmbito nacional com 19 comités a trabalhar o resultado é fraco.
Segundo o DN de hoje:
"A Plataforma Cidadania e Casamento, que convocou o protesto para as 15.00, não arrisca avançar com uma estimativa para o número de participantes. Mas grande parte dos 19 comités regionais que estão a promover a ideia tem autocarros para deslocar hoje os participantes até ao centro de Lisboa."
Informava, também, o mesmo jornal :
"Os bispos e a maioria dos padres do País não vão hoje à Avenida da Liberdade, em Lisboa, participar na manifestação contra o casamento gay. A Igreja Católica apoia e aplaude a manifestação, mas recusa envolver-se nesta iniciativa da sociedade civil.
Ontem, o porta-voz da Conferência Episcopal disse ao DN que "a Igreja Católica aplaude e congratula-se com todas as iniciativas que saiam em defesa da família e do casamento."
Ora bem, já nem lhes obedecem...
Se estavam à espera de uma mole humana que levasse o PR a vetar a lei, tiveram pouca sorte. Não é com esta infima adesão que conseguem levar Cavaco a tomar uma atitude que, ele sabe, o pode prejudicar em
véspera de presidenciais.
Só mais uma coisa.
Havia um manifestante com um cartaz dizendo que toda a criança tem de ter  pai e  mãe ...
Nada mais verdadeiro. Talvez a única coisa verdadeira da manifestação, além do apoio do CDS, embora pequeno, e a congratulação  monárquica consubstanciada na presença daquele que se diz herdeiro de uma coisa que não existe  - Duarte Pio de Bragança.
Resumindo:
QUALQUER CRIANÇA TEM DE TER PAI E  MÃE.......
...caso contrário não tinha nascido !

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sonhar a terra livre e insubmissa

E volto aqui sempre que posso, enche-me o peito...
E cada vez mais do que nunca...

Retrato de Manuel Alegre

Alegre   Manuel   alegre até à morte
que lindo nome para um homem triste
que lindo nome para um homem forte.

Alegre   Manuel   despedaçado
pela espada da língua portuguesa:
a palavra saudade   a palavra tristeza
a palavra futuro   a palavra soldado
Alegre   Manuel   aberto cravo
aos ventos da certeza.

Alegre   Manuel   aqui mais ninguém fala
tão alto como tu   ninguém se cala
com essa dor serena e construída
não apenas de versos   mas de vida.

Alegre   Manuel   as línguas do teu canto
ateiam-nos fogo.
Neste lugar de lama e desencanto
tornas vermelho o povo.

José Carlos Ary dos Santos
fotos-grafias
Quadrante - 1970

Face a um desafio

"Si le hubiera cortado las alas habría sido mío, no habría escapado. Pero así, habría dejado de ser pájaro y yo, yo lo que amaba, era el pájaro."
Joxean Artze.



Pedi-te sempre que não olhasses para trás. Tu sabias que te queria demais, na totalidade, por dentro e por fora, só para mim e sem deixar nem um pouco para ti. Tu existias para que eu existisse queria-te sempre a voar ao meu redor, era eu o teu único destino...
Foi apenas isto que te obriguei a interiorizar por isso , num equívoco, deixei-te esvoaçar e tu não voltaste, seguiste e cumpriste, nem olhaste para trás...
Aí, entendi como era falso... Descobri, já só, que afinal eras tu o meu destino, que te amava por ti e apenas por ti. Descobri que as minhas mãos apenas têm dedos e não tenazese os meus braços apenas abraçam não agrilhoam;
o muito querer nem só tudo aceita, nem só tudo exige, o amar é dar e aprender.
Agora... só, olhando cada dia que nasce, repondo lá longe a linha do horizonte, sejas tu o Sol ou apenas o meu Sol, espero ansiosa…