terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Missas contra casamentos gay

Era previsível .
Já se esperava esta reacção da Igreja. Veja-se o que sucedeu noutros países europeus, mormente na cristianíssima Espanha.
De que valeu isso ? Nada !
Os povos do ocidente civilizado sabem bem distinguir entre o que é secular do que é religioso.
Não discuto o facto de uma religião se opor à filosofia de um acto civil, e nesse sentido, à possibilidade de influenciar os seus seguidores numa matéria que assegura ser contra os princípios, se bem que discutível, dessa mesma religião.
Agora, não pode querer impedir, mesmo a minorias, que tenham acesso aos benefícios civis legalmente instituídos, porque democraticamente decididos por quem tem o legítimo poder para os realizar.
Portanto, utilizem o púlpito para difundir a sua mensagem de oposição, mas nada mais do que isso.
Quanto aos que estão de acordo com a aprovação da medida, que utilizem os meios civis, porque o assunto é eminemtemente civil, para a difusão dos seus pontos de vista.
Já agora, e parafraseando o senhor cardeal José, pensem bem nos problemas que um gay muçulmano terá se quiser casar com um gay católico...? Nem Deus sabe !

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...