terça-feira, 2 de agosto de 2011

Mudança de estilo


Era clarinho como a água que a mudança de liderança no Partido Socialista traria inevitavelmente uma alteração de estilo. As pessoas são diferentes, as motivações também, o seu percurso pessoal e político é igualmente diferente.
O que se pede, contudo, é que habituados a um líder forte os socialistas portugueses se revejam também num novo secretário geral que lhes dê a certeza de força e entusiasmo na intervenção política.
Seguro tem pouquíssimo tempo de cargo como líder do PS e da oposição mas não há como uma primeira impressão para definir desde o início o que vai ser um trajecto político e a sua atitude não se tem revelado entusiasmante.
O  tom muito cordato e polido que faz chegar aos eleitores faz dele um homem agradável que demonstra serenidade e pode ser um trunfo pessoal na diferenciação do anterior líder; mas será que é aglutinador ?
A sua atitude faz-me por vezes recordar o antigo líder socialista Victor Constâncio, homem competente e sabedor, cordato, capaz de fazer acordos com o poder em nome do interesse nacional, mas que de líder nada tinha e  se viu arrasado politicamente por um inconsistente Cavaco Silva, primeiro ministro deste país, de má memória.
Creio que o eleitorado deseja um Dr. António José Seguro frontal, activo e defensor dos princípios que enformam o Partido que representa; não julgo que o eleitorado esteja interessado no Tó Zé, à boa maneira popularucha agora em voga ( ao Constâncio chamavam-lhe Vitinho ), como se ainda fosse presidente da JS.
Um líder demonstra-se pela atitude e pela capacidade de arrastar consigo os eleitores.
Os primeiros sinais, ténues que são, ainda não deram para ver o que será o amanhã.
Aguardemos, contudo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...