segunda-feira, 15 de agosto de 2011

“não tem paralelo nos últimos 50 anos”.


Pois não !
Há 50 anos estavamos em 1961 e iniciou-se o ocaso do Portugal Colonial, com o início da guerra em Africa e a perca do Estado Português da Índia após a invasão daqueles territórios pela União Indiana.
Portanto, a haver paradigma de comparação para Pedro Passos Coelho, seria anterior áquele ano o bom exemplo nos cortes da despesa do Estado que se não fizeram no meio século seguinte.
Em Portugal governava Salazar e também existia (?) paz social, sabemos bem a que preço, e até os patrões e empregados derrimiam (?) os seus conflitos na fascizante Câmara Corporativa.
Agradecemos a Passos Coelho a declaração, ficamos a saber do que gosta, mas não somos obrigados a seguir porque felizmente, hoje, 50 anos depois vivemos em Democracia.
Mas cada um come do que gosta e a Pedro Passos Coelho já não me espantará se o ouvir a gritar num comício, como ao seu actual mentor,  "Deixem-nos trabalhar...!!!.
É pena ! Um homem ainda tão novo e a seguir tão maus exemplos.
Politicamente terá decerto vida curta.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...