quarta-feira, 10 de junho de 2009

Cavaco tenta corrigir erro com 20 anos

Mas, por mais que o faça, jamais conseguirá apagar a nódoa que foi a recusa da pensão a Salgueiro Maia.
Dirão que mais vale tarde que nunca e que a assumpção de um erro dignifica quem o faz.
Contudo, aos olhos do povo, foi um gravíssimo acto, e ainda por cima, se comparado, como na altura foi destacado, com a atribuição de pensões a dois inspectores da sinistra PIDE um dos quais envolvidos nos disparos da António Maria Cardoso em 25-04.74.
Poderão desculpar, agora, Cavaco Silva mas ninguém vai nunca esquecer a atitude então tomada.
E Salgueiro Maia mantém-se e é exaltado como exemplo .
Ele, de certeza, fica na História de Portugal.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...