domingo, 21 de março de 2010

Enrevista de Jorge Sampaio ao Público

A não perder.
A palavra sóbria de um bom Presidente.
A propósito, e sobre a Justiça, uma ideia interessante:
"Há uma profunda desconfiança sobre isso e não pode haver de todo. Por exemplo, de acordo com o que veio nos jornais, o processo do procurador Lopes da Mota deixa-nos alguma preocupação; por isso os votos de vencido na instância de recurso são da maior importância. Sabe-se agora que, afinal, se tratou de uma única conversa, a sós, entre Lopes da Mota e os procuradores do caso Freeport, que dão versões diferentes, sobretudo quanto ao tom e quanto ao sentido da conversa. E sabe-se também que a única pessoa que ouviu as versões de ambas as partes, a procuradora distrital de Lisboa, Francisca van Dunen, votou contra a punição por não haver qualquer razão objectiva para preferir qualquer das versões. Vale a pena que continue a esclarecer-se o porquê da punição, cuja justiça, neste enquadramento, deixa as maiores dúvidas."

Para ler na íntegra aceda a:

http://www.publico.pt/Pol%C3%ADtica/jorge-sampaio-deu-posse-a-santana-lopes-apesar-de-temer-populismo_1428641

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...