domingo, 30 de maio de 2010

Retrato de Manuel Alegre


Alegre   Manuel    alegre até à morte
que lindo nome para um homem triste
que lindo nome para um homem forte.

Alegre   Manuel    despedaçado
pela espada da língua portuguesa;
a palavra saudade    a palavra tristeza
a palavra futuro    a palavra soldado
Alegre    Manuel   aberto cravo
aos ventos da certeza.

Alegre   Manuel   aqui mais ninguém fala
tão alto como tu    ninguèm se cala
com essa dor serena e construída
não apenas de versos mas de vida.

Alegre    Manuel    as línguas do teu canto
ateiam-nos fogo.
Neste lugar de lama e desencanto
tornas vermelho o povo.

Fotos-grafias - José Carlos Ary dos Santos
Ed. Quadrante - Col. Poesia - 1970

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...