quinta-feira, 3 de junho de 2010

Não me fites em meus olhos


Não me fites em meus olhos
mas em meu olhar, e fixa
que quem se detém na carne
nunca chegará à vida.

Olha-me com a um espelho
que te olha, pois quem fita
não mais que os olhos da carne,
à medida que olha, olvida.


Miguel  de Unamuno - Antologia Poética - Cancioneiro
Ed. Assírio & Alvim - 2003

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...