quarta-feira, 16 de julho de 2008

Anónimos

Lembra-te das abelhas,
do seu voo de cera e açúcar,
que terçam dardos
se o perigo se aproxima.

Em nome do sol que protegem
desconhecem a indiferença.
Nunca se relembra o seu nome..

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...