Pular para o conteúdo principal

Joaquim Aguiar já a 1º. Ministro

Eu adorava que, como em qualquer jogo da Majora, se pudesse por artes de pirlimpimpim fazer de um comentador maldizente, muito querido dos média, mas que ninguém em termos públicos conhece por ter feito qualquer coisa pelo país, fosse nomeado coercivamente Primeiro Ministro.
Gostava até que ele levasse como Ministro das Finanças o Dr. Medina Carreira, como Ministro da Presidência o Dr. Vasco Pulido Valente e como Ministro da Economia o Dr. António Barreto.
Como Ministro da Agricultura podia ir o Dr. Paulo Portas, deve adorar horticultura, etc., para não me divertir mais.
É que estes Senhores, que toda a gente conhece, por estarem ameúdadamente nos écrans de televisão, mas que todos desconhecem no trabalho dirigido a favor da comunidade, e parafraseando os Gato Fedorento, só falam , falam, falam, e......................
Tenhamos senso.
Pior que não trabalhar é não fazer nada. Pior do que falar é não dizer nada de nada.
Se todos os que fazem comentários tivessem que pagar imposto pelo que dizem o déficit português já estava resolvido.
Incluindo eu....

Comentários

Rocket disse…
t.mike...sabes como se descobrem planetas longínquos sem os vermos? as estrelas que balançam como um lançador de martelo têm-nos... a própria terra, sem a lua, seria um caos metereológico, a rodar sem eixo definido...quem está no poder precisa desses gajos... um carro precisa tanto dum acelerador como de travões...
T.Mike disse…
É dos livros, Rocket.
Eu não sou contra a oposição.Sou violentamente a favor.
O que sou é contra aqueles gajos que jogam por fora. Os tipos que andam atrás do corredor de maratona, de bicicleta ou viatura eléctrica, sem fazer qualquer esforço, e a dizer ao pobre do atleta o que deve fazer ou não. Se for treinador tudo bem; se não for, ou é amigo da onça...ou anda conluiado com o tipo que vai em segundo lugar...

Agradecendo, de antemão, a atenção,

Postagens mais visitadas deste blog

Sonhar a terra livre e insubmissa

E volto aqui sempre que posso, enche-me o peito...
E cada vez mais do que nunca...

Retrato de Manuel Alegre

Alegre   Manuel   alegre até à morte
que lindo nome para um homem triste
que lindo nome para um homem forte.

Alegre   Manuel   despedaçado
pela espada da língua portuguesa:
a palavra saudade   a palavra tristeza
a palavra futuro   a palavra soldado
Alegre   Manuel   aberto cravo
aos ventos da certeza.

Alegre   Manuel   aqui mais ninguém fala
tão alto como tu   ninguém se cala
com essa dor serena e construída
não apenas de versos   mas de vida.

Alegre   Manuel   as línguas do teu canto
ateiam-nos fogo.
Neste lugar de lama e desencanto
tornas vermelho o povo.

José Carlos Ary dos Santos
fotos-grafias
Quadrante - 1970

Face a um desafio

"Si le hubiera cortado las alas habría sido mío, no habría escapado. Pero así, habría dejado de ser pájaro y yo, yo lo que amaba, era el pájaro."
Joxean Artze.



Pedi-te sempre que não olhasses para trás. Tu sabias que te queria demais, na totalidade, por dentro e por fora, só para mim e sem deixar nem um pouco para ti. Tu existias para que eu existisse queria-te sempre a voar ao meu redor, era eu o teu único destino...
Foi apenas isto que te obriguei a interiorizar por isso , num equívoco, deixei-te esvoaçar e tu não voltaste, seguiste e cumpriste, nem olhaste para trás...
Aí, entendi como era falso... Descobri, já só, que afinal eras tu o meu destino, que te amava por ti e apenas por ti. Descobri que as minhas mãos apenas têm dedos e não tenazese os meus braços apenas abraçam não agrilhoam;
o muito querer nem só tudo aceita, nem só tudo exige, o amar é dar e aprender.
Agora... só, olhando cada dia que nasce, repondo lá longe a linha do horizonte, sejas tu o Sol ou apenas o meu Sol, espero ansiosa…