quinta-feira, 12 de novembro de 2009

A frase do dia

"Uma igreja que abençoa carros, casas e barcos seria incompreensível que não pudesse abençoar uma união entre duas pessoas."

Segundo o DN on-line de hoje:
Para o coordenador nacional do Rumos Novos, José Leote, "o casamento não é um dogma da Igreja. O matrimónio sim". Sustenta: " O que os homossexuais católicos defendem é a possibilidade de casar, deixando ao magistério a possibilidade de abençoar ou não esse união". José Leote recorda, até, as palavras que um sacerdote lhe transmitiu recentemente: "Uma igreja que abençoa carros, casas e barcos seria incompreensível que não pudesse abençoar uma união entre duas pessoas."

É de subscrever, não é ?

7 comentários:

Rui Herbon disse...

Subscrevo.

Maria Josefa Paias disse...

E cães e cabritos e toda a espécie de animais, porque também são criaturas de Deus.
Ora aqui está um raciocínio com uma dedução coerente. Onde é que se assina?
Um abraço Miguel(T.Mike).

A. Moura Pinto disse...

E se não abençoar? Eu não dispensaria um bom seguro para uma casa, carro ou barco abençoado pela ICAR.
Mas está bem visto. Assina por mim, a rogo...

T.Mike (Miguel Gomes Coelho) disse...

E haveria companhia que o fizesse ?

A. Moura Pinto disse...

Omitiria nas propostas a benção, para evitar a recusa ou o agravamento do prémio. E teria sempre a alternativa de uma seguradora inglesa, onde não chegam os tentáculos da ICAR...

Francisco Clamote disse...

Boa observação, sem dúvida. Bem visto! Abraço.

Ana Paula Sena disse...

Parece-me bem, sim, sr. :)
Subscrevo.

Um abraço, T.Mike (Miguel.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...