sábado, 28 de novembro de 2009

A máscara vai caindo


Com a recusa do actual PR em presidir à homenagem ao Coronel Melo Antunes, o Dr. Cavaco Silva fez cair de vez a sua máscara.
Na realidade,  o actual Presidente da República nada tem a a ver com todos os portugueses - ele é apenas presidente de alguns - assim como nada tem a ver com o 25 de Abril, nem tão pouco com o 25 de Novembro.
O actual PR, políticamente, apenas tem a ver com ele e com as suas teorias económicas .
A recusa em prestar homenagem ao militar mais influente no caminho para a Democracia da Revolução Portuguesa é um exemplo do afastamento do dr. Cavaco Silva do que cala mais fundo no desejo dos portugueses.
A recusa do actual PR em presidir a tal homenagem, se não for pelas razões apresentadas, apenas pode ser justificado por uma profunda ignorância da história recente do País.
Mas isso talvez não seja novidade...a cultura não é o seu forte.
Da mesma maneira como deu pensões estatais a ex-Pides e promoveu a general um operacional do 25 de Novembro em detrimento de outros com maiores méritos para ascender ao posto, com esta ofensa ao espírito da própria Revolução, o Senhor Presidente da Républica só vem dar razão a Pacheco Pereira quando este afirmou, às Selecções do Readers Digest, que o  ciclo do 25 de Abril tinha chegado ao fim com a eleição de Cavaco Silva.
Manifestamente, o actual PR não é o meu Presidente, aliás nunca o foi, e só desejo que o mais rápidamente possível abandone as funções.
Como português que viu em Abril a redenção da Pátria, este senhor causa-me repulsa.

2 comentários:

Maria Josefa Paias disse...

O Miguel disse praticamente tudo.
Nem conseguiu distinguir sentimentos pessoais com as funções de Estado que agora desempenha, em que, em princípio, representa todo o país.
Um abraço.

cão sem raiva disse...

Cavaco é a decepção total.
Como figura política, nunca me cativou. É muito provável que, como indivíduo, também não me cativasse. Tem algo de insosso e vazio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...