quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Ao contrário de Mário David

eu posso gostar das pessoas de quem discordo .
Porque será que, sendo ateu, eu gosto de ler o padre Anselmo Borges ?
Por isto:
Segundo o DN, de hoje, o teólogo padre Anselmo Borges, afirmou que tem opinião formada sobre "Caim".
"Gostei do livro e até digo que é importante."
Dá três razões para justificar a sua opinião:
"A Biblia é um livro aberto; há liberdade de interpretação e obriga os crentes a reflectir".
"Não me choca a sua prespectiva sobre a Biblia mas a Biblia não é só isto...."
....
Confessa que " se Deus fosse o que Saramago apresenta, só tinha uma atitude, ser ateu.
..... .
O padre Anselmo Borges discorda da visão da Biblia de Saramago, mas, ainda fazendo menção ao final da Biblia, afirma :
"Não é por acaso que a Biblia termina com a frase de Jesus :
Amai os vossos  inimigos."
Ora bem!
Discordar é respeitar.
O padre Anselmo, cidadão que eu leio com gosto, respeita o adversário.
Mário David, pode ser vice-presiente do PPE, mas talvez não seja, afinal, cristão.
E uma coisa é certa. Ateu não é de certeza ; o ateu respeita o Homem e a Liberdade e, fundamentalmente, a LIBERDADE DE EXPRESSÃO.
E, já agora, David, na Biblia, mata o gigante Golias (leia-se, por interpretação, o opressor)..
Este David (Mário) fugia com o rabo entre as pernas, a não ser que tivesse um exército de fundamentalistas, atrás dele, armado com uma bomba atómica.. Uma "funda" era pouco para a sua coragem.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...