Pular para o conteúdo principal

Nobel da Paz - Prémio ou Compromisso


O Presidente americano Barack Obama foi distinguido com o Prémio Nobel da Paz .
Perguntar-se-á:
-Não é cedo ?
Que levou o Comité do Nobel da Paz a premiar um homem que se encontra no poder há menos de um ano.
Poder-se-á dizer que muito terá feito no que se refere a expectativas e, fundamentalmente, no que respeita ao desanuviamento da política internacional, mormente no dossier das armas nucleares, num novo posicionamento relativamente ao Médio Oriente, o questionar da situação no Afeganistão, a normalização das relações com a República Russa, etc. Não podemos esquecer , também, a forma nova como se posicionou face à  Europa, a América Latina e o Continente Africano.
 E, em termos internos americanos, a luta que tem tido para aprovar a legislação sobre a cobertura de saúde dos cidadãos do seu país, a assumpção dos tremendos erros da economia ultraliberal dos EUA e o compromisso de uma verdadeira e efectiva regulação do mercado financeiro, pelo que isso tem de influência no resto do Globo. A nova visão sobre os problemas climáticos. Estas também são políticas de Paz.
Pode dizer-se que o que Obama apresentou foram intenções e nalguns casos, os primeiros passos. Daí que se pergunte se esta designação é um Prémio ou um Compromisso.
Direi que é um Prémio, porque foram 9 meses de profunda alteração daquilo que era a prática política habitual dos presidentes da maior potência mundial.
 Direi que é um Compromisso, porque a partir de hoje, Obama se verá cada vez mais coagido a continuar  aquilo que iniciou,  não se esquecer do que prometeu , e que, agora, dificilmente poderá retroceder.
É assim, um Prémio Nobel  já com saudades do futuro.
A vontade dos povos, fartos de instabilidade, de a curto prazo  verem dar-se passos objectivos e concluir-se os acordos de que tanto a Paz Mundial necessita .
Mas não me passou pela cabeça que pudesse ser o premiado, é verdade.
Mas, também,  já agora, gostava de conhecer o nome dos que foram preteridos .
Que as razões para a atribuição do prémio foram alteradas, porque pressupunham a existência de um passado, é verdade. Alteraram o princípio, pronto, está bem, estão no seu direito. No entanto, para mim,foi estranho.
Contudo, considerando que acredito no premiado e no seu empenho, lá está, é o meu Prémio Nobel do Futuro.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sonhar a terra livre e insubmissa

E volto aqui sempre que posso, enche-me o peito...
E cada vez mais do que nunca...

Retrato de Manuel Alegre

Alegre   Manuel   alegre até à morte
que lindo nome para um homem triste
que lindo nome para um homem forte.

Alegre   Manuel   despedaçado
pela espada da língua portuguesa:
a palavra saudade   a palavra tristeza
a palavra futuro   a palavra soldado
Alegre   Manuel   aberto cravo
aos ventos da certeza.

Alegre   Manuel   aqui mais ninguém fala
tão alto como tu   ninguém se cala
com essa dor serena e construída
não apenas de versos   mas de vida.

Alegre   Manuel   as línguas do teu canto
ateiam-nos fogo.
Neste lugar de lama e desencanto
tornas vermelho o povo.

José Carlos Ary dos Santos
fotos-grafias
Quadrante - 1970

Face a um desafio

"Si le hubiera cortado las alas habría sido mío, no habría escapado. Pero así, habría dejado de ser pájaro y yo, yo lo que amaba, era el pájaro."
Joxean Artze.



Pedi-te sempre que não olhasses para trás. Tu sabias que te queria demais, na totalidade, por dentro e por fora, só para mim e sem deixar nem um pouco para ti. Tu existias para que eu existisse queria-te sempre a voar ao meu redor, era eu o teu único destino...
Foi apenas isto que te obriguei a interiorizar por isso , num equívoco, deixei-te esvoaçar e tu não voltaste, seguiste e cumpriste, nem olhaste para trás...
Aí, entendi como era falso... Descobri, já só, que afinal eras tu o meu destino, que te amava por ti e apenas por ti. Descobri que as minhas mãos apenas têm dedos e não tenazese os meus braços apenas abraçam não agrilhoam;
o muito querer nem só tudo aceita, nem só tudo exige, o amar é dar e aprender.
Agora... só, olhando cada dia que nasce, repondo lá longe a linha do horizonte, sejas tu o Sol ou apenas o meu Sol, espero ansiosa…