segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O fim de Cavaco Presidente já começou


Segundo o Jornal de Negócios, na sua edição de hoje, e que pode ser visitado acedendo a

http://www.jornaldenegocios.pt/index.php?template=SHOWNEWS&id=391695

"Cavaco Silva recebe chumbo histórico dos portugueses em Outubro

Pela primeira vez em muitos anos, a actuação de um Presidente da República é avaliada negativamente pelos portugueses. Talvez tivessemos que recuar ao período pós-revolucionário para eventualmente encontrarmos uma avaliação igual."
 
Não há memória de uma situação idêntica na nossa democracia constitucional .
Parece que, utilizando palavras do próprio Cavaco, os portugueses já começaram a verificar qual é a má e a boa moeda.
Por culpa própria, Cavaco iniciou a descida do plano inclinado que o levará rapidamente
ao fim da sua vida política, sem mitos nem tabus.
É triste ver um Presidente delapidar todo um capital politico que verdadeiramente possuía e vê-lo  ser abandonado e criticado pelos próprios apoiantes, como já sucede.
Não há dúvida que foi um erro de "casting".

2 comentários:

Paulo Lobato disse...

Caro Miguel Gomes Coelho,

Se me é permitida a franqueza: não se pode medir a vida de um homem apenas por um momento menos bom; penso que até será positivo que as pessoas julguem os seus políticos de forma diversa consoante o seu desempenho.
Será que no passado não houve também momentos merecedores deste "castigo"?

cumprimentos

T.Mike (Miguel Gomes Coelho) disse...

Paulo Lobato,
antes de mais agradecer-lhe a visita,
pelo menos a primeira com comentários.
Quanto à sua pergunta, não creio que algum antecessor tenha tido atitudes com tanta falta de tacto e discernimento político.
Contudo, digo-lhe que lammento, profundamente, a situação de menor apreciação pública por que passa Cavaco Silva.
A Presidência da República, seja quem for que para o cargo tenha sido eleito deve ser sempre um orgão prestigiado.
E o actual PR criou uma situação da qual, a meu ver, muito dificilmente vai sair. Julgo mesmo que irá pesar na sua decisão de recandidatura. É que foi grave e em termos populares a última impressão é a que fica por muito de
positivo que tenha feito no passado.
A memória dos homens, infelizmente, é curta mas duvido que um ano seja o bastante para esquecer.
Cordiais saudações.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...