Pular para o conteúdo principal

Ken Robinson afirma que as escolas matam a criatividade


Um vídeo sobre educação das crianças e jovens que vale a pena ver e pensar.

Aceda a:
              http://www.ted.com/talks/lang/por_pt/ken_robinson_says_schools_kill_creativity.html

 A divulgação foi-me solicitada por uma companheira bloguista, a "Fada do Bosque", o que faço com prazer, até pelo real interesse da mensagem que nele vem incluída, não só para ouvir mas também para discutir.

Comentários

Anônimo disse…
Meu caro T. Mike,
Muito obrigada pela sua disponibilidade, para apresentar este filme, que trata de um campo fundamental, a Educação.
Para mim, o Mundo só pode mudar se se mudar também o factor Educação. Sir Ken Robinson, defende uma teoria que sempre, mas sempre, achei da maior importância.
Desenvolver o raciocínio abstracto, defendido por tantos, que hoje consideramos génios da humanidade e que ajudaram a mudar o Mundo para melhor.
Como sou uma vítima dessa estigmatização da sociedade dos nossos dias, penso que como eu, mais de metade da humanidade deve sofrer tormentos, para conseguir com que seja considerada uma mais valia na participação activa do desenvolvimento. Nunca diria económico, mas sim Humano, no seu todo.
Como diz o orador, temos que levar em conta sériamente, todas as capacidades humanas para tornar este Mundo melhor... e quanto a mim, vamos já bastante atrasados!
Quanto mais divulgada for esta ideia, tão defendida por Nietzsche, nos finais do séc XIX e que a sociedade, não se deu ao trabalho de pôr em prática!
Este é um pilar fundamental da sociedade e até, há quem tenha soluções, para melhorar aquilo que todos criticam hoje em dia... A Educação.
Espero que cada vez mais, as mentes estejam abertas a uma mudança de paradigma e é aqui que começa.

Mais uma vez obrigada e um abraço
Fada do Bosque,
criticam mas nem sempre pelas boas razões.
A educação pelas Artes é fundamental; será que os actuais agentes educativos estão preparados para tal ?
Esperemos melhores dias.
Um abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Sonhar a terra livre e insubmissa

E volto aqui sempre que posso, enche-me o peito...
E cada vez mais do que nunca...

Retrato de Manuel Alegre

Alegre   Manuel   alegre até à morte
que lindo nome para um homem triste
que lindo nome para um homem forte.

Alegre   Manuel   despedaçado
pela espada da língua portuguesa:
a palavra saudade   a palavra tristeza
a palavra futuro   a palavra soldado
Alegre   Manuel   aberto cravo
aos ventos da certeza.

Alegre   Manuel   aqui mais ninguém fala
tão alto como tu   ninguém se cala
com essa dor serena e construída
não apenas de versos   mas de vida.

Alegre   Manuel   as línguas do teu canto
ateiam-nos fogo.
Neste lugar de lama e desencanto
tornas vermelho o povo.

José Carlos Ary dos Santos
fotos-grafias
Quadrante - 1970

Face a um desafio

"Si le hubiera cortado las alas habría sido mío, no habría escapado. Pero así, habría dejado de ser pájaro y yo, yo lo que amaba, era el pájaro."
Joxean Artze.



Pedi-te sempre que não olhasses para trás. Tu sabias que te queria demais, na totalidade, por dentro e por fora, só para mim e sem deixar nem um pouco para ti. Tu existias para que eu existisse queria-te sempre a voar ao meu redor, era eu o teu único destino...
Foi apenas isto que te obriguei a interiorizar por isso , num equívoco, deixei-te esvoaçar e tu não voltaste, seguiste e cumpriste, nem olhaste para trás...
Aí, entendi como era falso... Descobri, já só, que afinal eras tu o meu destino, que te amava por ti e apenas por ti. Descobri que as minhas mãos apenas têm dedos e não tenazese os meus braços apenas abraçam não agrilhoam;
o muito querer nem só tudo aceita, nem só tudo exige, o amar é dar e aprender.
Agora... só, olhando cada dia que nasce, repondo lá longe a linha do horizonte, sejas tu o Sol ou apenas o meu Sol, espero ansiosa…